Blog

Post

Como lidar com as críticas? Aprenda estratégias poderosas que vão te ajudar em diferentes situações

como lidar com as criticas

Como lidar com as críticas na internet? E no trabalho?

Ou como reagir de uma forma inteligente àqueles comentários negativos que ouvimos de pessoas bem próximas?

Difícil encontrar alguém que não se faça essas perguntas.

Afinal, mesmo quando você afirma que pouco se importa com o que os “outros” pensam, sempre existem aquelas pessoas cujas opiniões fazem a diferença…

E o que essas pessoas falam mexe com você. Com seu ego. Com suas certezas. Mexe com a forma como você se sente aceito.

É de nossa natureza querer nos sentirmos amados. Apreciados.

Críticas provocam o exato oposto dessa sensação.

Portanto, é normal que nossas reações a elas nem sempre sejam das melhores…

Você é do tipo que fica preso em pensamentos obsessivos, repetindo mentalmente uma conversa amarga?

Ou acaba comprando uma briga toda vez que se vê contrariado?

Então deixa eu te ensinar alguns “truques” que vão te mostrar como lidar com as críticas de um modo mais leve.

Como lidar com as críticas nas redes sociais

Não adote comunicação violenta
Adote sempre a comunicação não violenta, mesmo diante dos “haters” de plantão.

Primeiro, um aviso. A forma como empresas devem lidar com comentários maldosos nas redes sociais é diferente daquela que você, em sua vida pessoal, deve adotar.

Por que essa diferença?

Porque as empresas não devem ignorar ou apagar críticas de clientes insatisfeitos.

Salvo exceções, esse comportamento seria péssimo para imagem da marca.

Já no que diz respeito às suas redes sociais particulares, está liberado silenciar, bloquear ou excluir aquelas pessoas que o perturbam.

Afinal, haters (“odiadores”) não são privilégio de pessoas famosas.

Mas vamos com calma.

Vamos supor que a crítica tenha partido de uma pessoa que você conhece.

Ou mesmo de um desconhecido. Mas faz parte de um debate — muito comum no Twitter e Facebook — no qual você quis expressar sua opinião.

A troca de ideias é sempre válida.

E você precisa estar ciente que, nas conversas virtuais, as palavras podem ser mal escolhidas ou mal interpretadas.

Então, antes de se apressar em “revidar”, reveja a forma como você se expressou.

Será que você não deixou margem para uma leitura errada?

Se for o caso, não tenha receio de se corrigir.

Basicamente, para evitar que suas redes sociais se transformem numa arena de combate, utilize estratégias de comunicação não-violenta (CNV).

O bom humor é outro caminho válido, especialmente com conhecidos.

Se a crítica partiu de uma pessoa muito querida, chame para uma conversa privada.

As chances de vocês se entenderem são bem maiores — e impede que o assunto ganhe um lastro desproporcional.

Como lidar com as críticas no trabalho

Aprenda a lidar com os comentários
Existe uma grande diferença entre crítica e feedback.

Quando você recebe um feedback negativo no trabalho, sua autoestima profissional pode ficar abalada.

Para alguns, as críticas trazem dúvidas sobre a própria competência. E até suscitam a vontade de sair do emprego. Ou mudar de profissão.

Por outro lado, existem aquelas pessoas que consideram as críticas como um ataque pessoal. Assim, ignoram todas as dicas que contrariam suas preferências.

Ser “8 ou 80” não vai te ajudar.

Em vez disso, exercite sua capacidade de ser uma pessoa assertiva.

As sugestões abaixo vão te orientar nessa postura. E revelar como lidar com as críticas no trabalho, sem as doses exageradas de sofrimento ou teimosia:

Não leve para o lado pessoal

As críticas são dirigidas ao seu trabalho, e não a você.

Sendo assim, não encare comentários sobre seu desempenho como se fossem acusações sobre seu caráter.

Saia da defensiva e evite dar desculpas

Essas atitudes mostram imaturidade.

Processe a crítica e proponha mudanças para melhorar e se ajustar às expectativas.

Certifique-se de que você entendeu a crítica

Faça perguntas!

Peça exemplos de situações onde seu erro foi percebido.

Questione se a pessoa tem sugestões sobre o que você pode fazer diferente e resolver o problema.

Às vezes, você pode ver a crítica como algo genérico — o que te leva a se sentir perdido.

Tente buscar o contexto e o objetivo específico do feedback negativo.

Agradeça e veja a crítica como oportunidade de crescimento

Afinal, ninguém evolui só com elogios.

Acredite, a pessoa que te aponta falhas está te fazendo um favor.

Pode ser difícil digerir na hora.

Mas se a crítica é construtiva — ou seja, te desafia a ir além e fazer melhor — ela representa um necessário ensinamento.


Veja também: Como fazer uma crítica construtiva? Teste o método DESC e veja como se sai


Como lidar com as críticas no relacionamento

Saber como lidar com as críticas do parceiro é um dos mandamentos do relacionamento saudável.

Porque, inevitavelmente, uma hora ou outra as críticas vão aparecer.

É natural, já que vocês compartilham coisas, passam muito tempo juntos, dividem responsabilidades.

E, mesmo que formem o “casal perfeito”, não vão concordar em tudo.

Conforme cresce a intimidade, mais à vontade você e seu parceiro se sentem para expressar diferentes pontos de vista.

A questão é saber dosar as palavras, a fim de evitar brigas ou discussões intermináveis.

As dicas acima — sugeridas para lidar com as críticas no ambiente de trabalho — também se aplicam (com leves ajustes) às relações amorosas.

Mas, vamos acrescentar alguns pontos para te ajudar com as críticas mais particulares —por assim dizer:

1. Lembre que cada um tem sua personalidade e seu jeito de resolver as coisas.

Portanto, seja flexível e não considere que seu jeito é o “certo”.

No mínimo, tente chegar a um meio-termo que agrade a ambos.

2. Ouça para entender, não para se defender.

Ou seja, pratique sua capacidade de ouvir com empatia, com disposição de compreender o raciocínio do outro.

3. Procure ver na crítica um pedido.

Acusações como “você nunca faz o que te peço” ou “você está sendo muito preguiçoso” soam mal porque generalizam um comportamento.

E, o que é pior, sequer dão pistas do que, de fato, é a causa das insatisfações.

Porém, no fundo, essas queixas se referem a situações concretas que, se ficarem claras, te ajudarão a perceber os reais “pontos da discórdia”.

Pergunte “o que posso fazer para mudar essa impressão?” e você obterá respostas precisas.

Geralmente, são coisas pequenas que incomodam.

E se você puder ver na crítica uma necessidade não atendida, será mais simples (e indolor) chegar a um consenso.

4. Não faça promessas vazias.

Essa regra vale para todas as ocasiões nas quais você precisa decidir como lidar com as críticas.

Não só no que diz respeito aos relacionamentos íntimos, mas em qualquer área de sua vida.

Não prometa mudar um comportamento apenas para encerrar a conversa.

Antes de assumir a responsabilidade de mudar, veja se você está verdadeiramente disposto a honrar o compromisso.

Se o pedido se referir a algo que você não pode fazer, não quer fazer ou não vê sentido em alterar, é melhor ser honesto.

Sua opinião

Você recebeu um feedback negativo recentemente? Como lidou com a situação?

Lembra de alguma crítica que, mesmo o deixando magoado num primeiro momento, acabou te ajudando a evoluir?

Seria ótimo se você pudesse compartilhar sua experiência nos comentários!

Clínica de Psicologia Nodari
Especializada em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)
Atendimentos Particulares em Psicoterapia e Avaliação Neuropsicológica

Está localizada na Vila Mariana, São Paulo/SP
11 99725-4565

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica de Psicologia Nodari

Nosso blog tem como objetivo trazer textos dicas, ferramentas, informações, enfim, conteúdos que acreditamos que possam ajudar as pessoas a melhorar o seu bem-estar e qualidade de vida. Além de refletir a importância da psicoeducação no processo terapêutico.

Oferecemos atendimentos psicológicos em:

  • Psicoterapia - Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) e
  • Avaliações Neuropsicológicas.
  • Outros Posts

    plugins premium WordPress