Blog

Post

Técnicas para sair de pensamentos negativos

Confira estratégias que vão te ajudar a se livrar de pensamentos negativos.

Pensamentos negativos são aqueles pensamentos recorrentes, geralmente relacionados a preocupações, medos ou situações violentas que não nos permitem a concentração em outras coisas.

Esse tipo de pensamento é normal para todas as pessoas. A diferença está em como reagimos a eles. Se você não lhes dá importância, eles não se tornam preocupantes.

Mas se esses pensamentos causam muita ansiedade ou estresse, é provável que eles possam atrapalhar a sua rotina diária.

Para se livrar de pensamentos negativos, é preciso tentar uma abordagem diferente, algo que ajudará a limpar a mente de uma vez por todas.

Trouxemos aqui algumas técnicas que podem ser muito úteis para esvaziar a mente de pensamentos ruins.

Vamos conferir?

1. Observe sua linguagem corporal

Reserve um momento para avaliar sua linguagem corporal.

Você costuma manter uma postura fechada? Nesse caso, estará mais propenso a pensar negativamente.

Uma linguagem corporal inadequada pode diminuir sua autoestima e levar a uma falta de confiança. E, nesse estado emocional, é natural começar a ter pensamentos ruins.

Uma boa maneira de sentir-se seguro é abrir sua postura e sorrir mais.

Corrija sua linguagem corporal e você se sentirá muito melhor.

Esse pode ser o primeiro passo que você precisa dar para apagar os pensamentos negativos que lhe perturbam.


Dica:

Para uma ajuda extra, confira o texto Como melhorar a autoestima, onde explicamos técnicas da psicóloga Amy Cuddy, que ficou famosa, justamente, por utilizar a linguagem corporal em sua abordagem terapêutica.


2. Não tenha medo de falar sobre aquilo que o preocupa

Algumas vezes, os pensamentos negativos surgem porque existem problemas ou emoções que você precisa comunicar.

Não é bom manter as coisas para você. Se há algo que precisa ser falado, você deve falar.

Colocando os pensamentos em palavras, você irá moldá-los e torná-los visíveis.

Isso ajudará a colocar os problemas em uma perspectiva para que você possa lidar com eles de uma melhor maneira.

“Existem muitos motivos pelos quais até mesmo as pessoas mais otimistas se encontram em ‘ciclos de pensamento negativo’ em um ponto ou outro. Os pensamentos negativos na maioria das pessoas surgem do medo do futuro e da ansiedade sobre as circunstâncias prevalecentes em suas vidas.” — Derick Howell

3. Esvazie sua mente

Quando sua mente está acelerada, pode ser difícil manter a calma.

Assim é ainda mais difícil de controlar os pensamentos, principalmente os negativos.

Se você conseguir parar por um minuto, já poderá ter ótimos resultados.

Neste sentido, a meditação pode ser muito útil, e você deve pensar nisso como um recomeço. Uma vez que a sua mente esteja vazia, ela pode ser preenchida com algo mais positivo.

Faça uma pausa para controlar pensamentos negativos.
Descubra como pensar racionalmente em momentos nos quais os sentimentos, predominantemente, controlam tudo: nas situações de ansiedade!

4. Mude seu foco

Às vezes, o pensamento negativo é o resultado de uma perspectiva ruim.

Preste atenção ao enfoque que você dá às coisas ao seu redor.

Aqui você pode substituir o “Estou tendo problemas“ por “Estou enfrentando alguns desafios, mas estou me esforçando para superá-los”.

As duas expressões entre aspas dizem basicamente a mesma coisa, porém a segunda aborda um ponto de vista mais positivo.

E essa pequena mudança de foco pode fazer uma grande diferença na maneira como você pensa e se sente sobre isso.

Recurso adicional

Confira o texto Foco e concentração: como desenvolver tais habilidades? — disponível aqui no blog. Nele você vai encontrar frases e referências (ao todo, são 51 insights) que vão lhe despertar para novas práticas no dia a dia.

5. Exercite sua criatividade

Quando pensamentos negativos surgem, é muito útil encontrar uma saída criativa. E esta criatividade pode se dar em escrever coisas, desenhar, pintar, etc.

Explorar emoções através da criatividade atua como uma distração e melhorará o seu humor.

A criatividade pode parecer uma libertação.

Quando você processa suas emoções através de uma forma de arte, por exemplo, estará quebrando a dinâmica habitual de seus pensamentos e será mais fácil para você compreendê-los e controlá-los.

6. Dê um passeio

Como os pensamentos residem em nosso cérebro, é fácil supor que é só lá que eles se formam. Mas isso é apenas parcialmente verdadeiro. Às vezes nossos pensamentos são um produto do mundo a nossa volta. Se você está cercado de pessoas negativas, é provável que você comece a pensar negativamente também.

Ficar longe de ambientes negativos pode ajudar consideravelmente. Dar um passeio com a cabeça em algum lugar como um parque ou um museu pode ajudar muito. Este tempo que você passa longe das influências negativas lhe proporcionará um espaço importante de tranquilidade.

Fazer uma caminhada pode te ajudar a limpar a mente de coisas negativas.
Fazer uma caminhada pode te ajudar a “limpar a mente” e interromper o pensamentos negativo.

7. Perceba o que faz você feliz

Às vezes, no dia a dia, perdemos o foco nas coisas boas que estão em nossas vidas. Para evitar isso, você pode treinar sua mente para se concentrar em tudo de bom que acontece ao seu redor.

Liste tudo aquilo pelo o que você deve ser grato, não importa o quão pequeno tais coisas pareçam ser. Às vezes as coisas boas em nossas vidas estão bem na nossa cara e ainda assim não podemos vê-las. Abra possibilidades e entre em sintonia com tudo aquilo de positivo que você já tem.

8. Compreenda seus pensamentos negativos

Não há um modo de encerrar, de vez, a “conversa negativa” que habita sua mente. Mas entenda que esse não deve ser seu objetivo! Afinal, é perfeitamente normal — ou melhor, é absolutamente saudável — enfrentar diálogos internos desagradáveis de tempos em tempos.

No entanto, é importante que você reconheça quando o pensamento negativo se torna um padrão. Caso a negatividade esteja excessivamente presente em seu dia a dia, é provável que resulte em prejuízos à sua qualidade de vida.

Além disso, os pensamentos negativos muito frequentes podem ser indício de uma condição psicológica mais grave, como depressão e ansiedade.

Porém, você não precisa lidar com o problema sozinho. Na verdade, é aconselhável que você converse com um psicólogo para obter a ajuda da qual necessita. Com apoio de um bom profissional, você aprenderá técnicas de terapia que lhe mostrarão como sair dos pensamentos negativos constantes.

Para complementar a terapia e buscar maior entendimento dos pensamentos negativos, você também pode investir num recurso muito utilizado em TCC (Terapia Cognitiva Comportamental). Estamos nos referindo à psicoeducação.

Em linhas gerais, a psicoeducação consiste na sugestão de recursos que permitam ao paciente a melhor compreensão sobre o problema que enfrenta. Ao fazer terapia, seu psicólogo irá apresentar as indicações mais oportunas para seu caso e apresentará informações e esclarecimentos que lhe auxiliarão no processo.

Neste post, certamente, não temos como substituir a função do psicólogo — tanto no que diz respeito à instrução de técnicas para sair de pensamentos negativos quanto à psicoeducação, propriamente dita.

O que podemos fazer é apresentar um lista de livros e artigos, apenas com o intuito de oferecer leituras que possam lhe interessar neste momento.

Portanto, se estiver disposto a descobrir um pouco mais sobre pensamentos negativos (e formas de gerenciá-los), veja os títulos abaixo:

Saiba identificar pensamentos disfuncionais

O texto Pensamentos disfuncionais (18 tipos de pensamentos que te fazem sofrer) está disponível para leitura, aqui no blog. Clique no link em destaque para entender o que são e quais os tipos de pensamentos e crenças disfuncionais, trabalhadas em Terapia Cognitivo Comportamental (TCC).

Aprenda a ser otimista: como mudar sua mente e sua vida

Livro do renomado psicólogo Martin E. P. Seligman — uma das principais referências em Psicologia Positiva. Para você ter uma ideia da proposta do livro, citamos a sinopse da obra (divulgada no site do Grupo Companhia das Letras):

“Conhecido como o pai da nova ciência da psicologia positiva, Martin E. P. Seligman se baseia em mais de vinte anos de pesquisa para mostrar como o otimismo melhora a qualidade de vida, e como qualquer um pode aprender a praticá-lo.
Oferecendo dicas simples, o dr. Seligman explica como acabar com o hábito do ‘eu desisto’, interpretar seu comportamento de forma mais construtiva e experimentar os benefícios de um diálogo interior mais positivo.
Segundo o autor, essas habilidades podem acabar com a depressão, melhorar seu sistema imunológico, ajudá-lo a desenvolver todo seu potencial e fazê-lo mais feliz.
Com dicas práticas para o dia a dia, Aprenda a ser otimista é um livro essencial para qualquer fase da vida.”

A mente vencendo o humor

Com o subtítulo “mude como você se sente, mudando o modo como você pensa”, o livro — redigido pelos psicólogos Dennis Greenberger e Christine A. Padesky — tem a proposta de ensinar ”passos simples, mas poderosos, que o auxiliarão a superar a angústia emocional e a sentir-se mais feliz, mais calmo e mais confiante.” Essa é a afirmação que encontramos na sinopse da obra, disponível no site da Editora Artmed (cujo catálogo conta com vários títulos relacionados à saúde mental).

A apresentação da Editora também informa que o livro “baseado na terapia cognitivo-comportamental, já ajudou mais de um milhão de leitores a vencer a depressão, a ansiedade, ataques de raiva, a culpa, a vergonha, a baixa autoestima, o pânico, transtornos alimentares, o abuso de substâncias e problemas de relacionamento.”.

Como evitar a preocupação excessiva

O texto onde discutimos como parar a preocupação excessiva (clique no link em destaque para acessar) oferece dicas e estratégias bastante úteis. Experimente colocá-las em prática para se livrar dos pensamentos negativos persistentes.

Depois, nos conte o que funcionou para você, ok?

Use o espaço dos comentários (logo abaixo) para falar sobre suas dúvidas ou sugestões!

Clínica de Psicologia Nodari
Especializada em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)
Atendimentos Particulares em Psicoterapia e Avaliação Neuropsicológica

Está localizada na Vila Mariana, São Paulo/SP
11 99725-4565

Comentários

Respostas de 16

  1. Trabalho maravilhoso, de grande orientação.
    Sou grata p q aprendi com essa leitura e a indicação de literatura q vi ser grande valor p os q estão precisando.
    🙏🙌

  2. Sinto-me completamente preso por histórias ruins que me deixou deprimente e afetaram minha vida e que não consigo deletar,não queria fazer mas parte disso e viver livremente.Vivo como se meu cérebro fosse dependente de drogas ou um computador cuja memória foi afetada por vírus.E agora?Como fazer pra esquecer o meu passado e ser feliz?

    1. Olá, Israel.
      Sentimos muito que sinta assim. Mas já considerou fazer terapia? Com a terapia o psicólogo pode te ajudar a entender e a lidar com esses pensamentos que estão te atrapalhando.

  3. Oi preciso de ajuda, há alguns dias eu venho pensando que minha filha vai morrer, eu não aguento mais pensar nisso, estou no meu limite, por favor alguém me ajude

    1. Oi Raiane,
      Pensamentos dessa natureza nos atormentam e são prejudiciais para o nosso dia a dia. É importante avaliar se eles são reais, quais evidências você tem de que ela corre algum risco? Caso ela tenha alguma condição na saúde que a debilite, ela já está tratando? Se sim, pensar o pior, costuma ser indício de que a ansiedade e a preocupação de mãe que estão dominando suas emoções. Se ela está bem de saúde, nesse caso a ansiedade pode ter passado um pouco do ponto. Talvez seja melhor procurar ajuda profissional. Lembre-se que não precisamos passar por momentos difíceis sem ajuda.

  4. Preciso muito de ajuda, tenho pensamentos ruins e perturbadores começou a uma semana mais ou menos , me pego chorando e desesperada. Socorro

    1. Olá Carla,
      Imagino que não seja fácil lidar com esses pensamentos. Mas você já considerou conversar com um psicólogo? Seria uma ajuda mais eficaz, em sessão o profissional pode te ajudar a entender como esses pensamentos funcionam e formas de lidar com essa situação.

    1. Oi, Domingas!
      Fico muito feliz por saber que gostou do texto!
      Obrigada por compartilhar seu comentário.
      E sinta-se sempre muito bem-vinda aqui no blog!
      Abraço!

  5. Olá, me chamo Leandro, tenho 26 anos, sempre tive pensamentos negativos, principalmente a minha vida toda, depois dos 20 isso piorou muito, hoje em dia, não tenho uma perspectiva de vida melhor, não consigo conhecer uma pessoa legal (mais aí já é por causa da minha aparência mesmo, o que não ajuda muito) não consigo um trabalho, e isso me faz ter diversos pensamentos ruins, sobre mim mesmo, e sobre como as coisas nunca dão certo para mim.

    1. Olá, Leandro!
      Obrigada por compartilhar seu comentário conosco.
      Espero que o texto tenha sido útil, de alguma maneira, para você.
      No entanto, entendo que os artigos que publicamos aqui no blog são apenas um “primeiro passo”.
      Considere fazer terapia! Certamente, um bom psicólogo poderá te ajudar de forma muito mais efetiva.
      Tudo de bom para você!

  6. Eu estou sendo um menino que só tem pensamentos negativos e eu não quero que isso fique mais na minha vida. Como eu faço pra me livrar disso?

    1. Olá, Johny!
      Nós temos algumas dicas bem legais neste texto.
      Mas, muitas vezes, é necessário um acompanhamento com um psicólogo, para entender o porquê desses pensamentos e aprender como lidar com eles.

  7. Vim a procura de ajuda na Internet. Desempregada e sem grana a procura de meios alternativos para que a vida tenha mais sentido. Quem tenho a meu lado não o tenho como amigo. Então, tem coisas que é melhor estar guardadas comigo e não é qualquer um que se pode conversar. Vou ler os textos diariamente e buscar os livros mencionados.

    Obrigada Clínica Nodari

    1. Olá! Espero que os textos do blog — e as sugestões que deixamos por aqui — possam trazer contribuições significativas para o seu dia a dia. Seja sempre bem-vinda!
      E, se quiser indicar assuntos para nossos próximos textos, por favor, fique à vontade, está bem?
      Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica de Psicologia Nodari

Nosso blog tem como objetivo trazer textos dicas, ferramentas, informações, enfim, conteúdos que acreditamos que possam ajudar as pessoas a melhorar o seu bem-estar e qualidade de vida. Além de refletir a importância da psicoeducação no processo terapêutico.

Oferecemos atendimentos psicológicos em:

  • Psicoterapia - Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) e
  • Avaliações Neuropsicológicas.
  • Outros Posts

    Como lidar com pensamentos obsessivos?

    Você tem pensamentos repetitivos, que te deixam incomodado? Saiba quando eles se tornam um risco ao seu bem-estar e descubra técnicas para se livrar de pensamentos obsessivos angustiantes.

    plugins premium WordPress